Jovem Aprendiz: saiba se você tem direito e como achar vagas!

Publicidade

Atualmente, temos uma geração de jovens que estão ansiosos para iniciar sua vida profissional. Contudo, sabemos que as empresas exigem um alto grau de conhecimento na área e experiência profissional para iniciar os projetos. Contudo, esses jovens não possuem essa carga para poderem ingressar em empresas. É aí que surge o Jovem Aprendiz.

Acredito que você já deve ter visto o meme no qual as empresas procuram novos funcionários, contudo, exigem uma experiência muito vasta. O jovem, por sua vez, tem força de vontade mas não tem experiência justamente pelo fato de que todas as empresas exigem uma experiência que ele(a) não tem.

Publicidade

Realmente, se torna mais complicado ingressar em um mercado de trabalho que exige uma experiência. Afinal, como conquistar essa experiência se nenhuma empresa está interessada em proporcionar ela? Dessa forma, foi desenvolvido o programa Jovem Aprendiz. Continue lendo caso esteja interessado nessa ótima oportunidade.

O que é o Jovem Aprendiz?

jovem aprendiz
(Reprodução: Senai MT)

Acredito que você já deve ter ouvido falar no programa Jovem Aprendiz. Afinal, é um programa presente no Brasil inteiro. Contudo, poucos sabem o que realmente significa. No geral, esse programa tem o objetivo de incentivar os jovens dedicados a conseguirem oportunidades de expandirem seus conhecimentos nas áreas profissionais e ainda serem remunerados por isso.

Sabemos que, infelizmente, há uma imensa quantidade de jovens interessados em assumir posições profissionais mas que não possuem oportunidades para isso. Dessa forma, perdemos uma mão de obra dedicada e que poderia realmente fazer a diferença no mercado de trabalho. Por isso que o programa Jovem Aprendiz tem o interesse de capacitar esses jovens e permitir que eles consigam se desenvolver profissionalmente.

O projeto Jovem Aprendiz é baseado na “Lei do Aprendizado”, mais especificamente na lei 10.097/2000. Ou seja, podemos afirmar tranquilamente que estamos falando de um projeto muito bem embasado na lei para garantir a melhor experiência possível e uma proteção aos Aprendizes que ingressam no projeto Jovem Aprendiz.

Saiba como funciona

Se você leu o parágrafo anterior, então já sabe muito bem do que se trata o programa Jovem Aprendiz e em qual lei ele é baseado. Dessa forma, agora deve estar interessado(a) em saber como se dá o funcionamento do programa, certo? Como você já viu que o programa é baseado em uma lei, então deve ter pensado que o Jovem Aprendiz tem origem governamental.

Apesar das pessoas terem um hábito de atribuírem uma imagem pejorativa aos programas de origem governamental, sabemos que isso garante uma série de benefícios. Portanto, podemos encontrar vantagens interessantes no Jovem Aprendiz que não existiriam se o programa fosse de origem diferente.

O programa Jovem Aprendiz já se expandiu muito e está em todos os estados do Brasil. A capacitação dos instrutores é uma preocupação do programa. Portanto, já há mais de mil (1.000) instrutores capacitados para instruir bem os aprendizes. A grande quantidade de instrutores tem o objetivo de conseguir ajudar o máximo possível de aprendizes.

Preciso pagar?

Essa é uma pergunta importante a se fazer sempre que vamos participar de qualquer projeto ou oportunidade. Afinal, até concursos públicos cobram uma taxa de inscrição que será usada para garantir o bom funcionamento da aplicação da prova. Da mesma forma, precisamos saber quanto iremos pagar para poder participar do Jovem Aprendiz.

(Reprodução: Jornal Pequeno)

Portanto, se você está lendo essa matéria com a intenção de concorrer a uma vaga de Aprendiz, então temos uma boa notícia para você: essa oportunidade será ofertada para você de forma completamente gratuita. Essa é uma estratégia para que todos tenham a chance de concorrer a essa oportunidade transformadora.

Sabemos que a desigualdade social faz com que as pessoas tenham diferentes oportunidades. Dessa forma, zerar as taxas para ingressar no Jovem Aprendiz diminui as barreiras para aqueles que têm menos condições financeiras. Infelizmente, não acaba com todas as barreiras, mas pelo menos não impõe novas.

Onde irei trabalhar?

Após ser selecionado para participar do Jovem Aprendiz, você será direcionado para uma empresa. Contudo, a empresa em questão será mediada pela organização CIEE. Essa organização fará o intermédio entre os aprendizes e as empresas que aceitaram oferecer essas oportunidades. 

Além disso, é a CIEE que estará oferecendo para você a oportunidade de adquirir um conhecimento teórico através de aulas e materiais para você aprender tudo que vai precisar na sua atuação prática. Ou seja, você não estará lá completamente despreparado. Entretanto, saiba que você vai aprender muito dentro da empresa, afinal, conhecimento prático é um dos mais ricos.

Eu posso participar do Jovem Aprendiz?

Seria ótimo que o Jovem Aprendiz fosse um programa disponível para todos os brasileiros. Contudo, existe um filtro que limita a quantidade de pessoas que vão poder participar do projeto. Ou seja, há pré-requisitos que você precisa estar cumprindo. Leia quais são esses pré-requisitos abaixo.

Inicialmente, saiba que só estarão aptos a participar do programa Jovem Aprendiz aqueles que estão dentro da faixa de 14 a 24 anos. Ou seja, caso você esteja fora da idade mínima (14 anos) ou máxima (24 anos), saiba que você não vai poder se inscrever para concorrer a uma vaga.

O interesse pela educação é uma exigência do projeto. Portanto, é necessário que os concorrentes estejam cursando o ensino médio ou fundamental. Além disso, saiba que a preferência será dada aos alunos da rede pública. Além disso, será um diferencial importante se o concorrente estiver inscrito no Cadastro Único ou for beneficiário do Auxílio Brasil.

Se você ainda não sabe o que é Cadastro Único e não tem inscrição no mesmo, saiba que é uma base de dados usada pelo Governo para filtrar aqueles que possuem mais necessidade além de reconhecer a situação socioeconômica do Brasil. Caso você queira saber mais, escrevemos uma matéria sobre como adquirir Cestas Básicas. Lá detalhamos mais sobre o Cadastro Único, portanto, clique aqui e entenda tudo.

Benefícios

(Reprodução: Jornal Pequeno)

Se você for selecionado para participar do Jovem Aprendiz, saiba que você terá acesso a uma série de benefícios. Dessa forma, entenda que você poderá ter acesso a auxílio transporte e alimentação. Além disso, após um (01) ano de contratado, também terá direito a férias que deverão coincidir com suas férias escolares.

A remuneração não é fixa, portanto, poderá variar de até ½ salário até um (01) salário mínimo completo. Além disso, você terá contrato de trabalho especial, contribuição ao FGTS e pagamento do 13º. Ou seja, você será protegido e ajudado com uma série de direitos.

Onde verificar as oportunidades?

+ Clique aqui e conheça apps para ouvir música DE GRAÇA!

Diversas empresas são parceiras para poder ofertar diferentes oportunidades no Brasil inteiro. Portanto, caso você tenha interesse em concorrer a vagas de Jovem Aprendiz, acesse o portal da CIEE para saber quais são as principais oportunidades que você pode concorrer. Além disso, se atente as principais empresas que ofertam essas vagas, que são CAIXA, Bradesco e Correios

Carregando seu artigo

0