Novo Bolsa Família: entenda o benefício e descubra se você tem direito!

Publicidade

Descubra tudo que você precisa saber sobre o Novo Bolsa Família!

Os benefícios sociais são de grande importância. Basta refletirmos que existem milhares de famílias carentes no Brasil inteiro que não têm acesso ao mínimo necessário para garantir a sobrevivência. Há muitas discussões sobre a relevância desses benefícios. Afinal, há quem acredite que são atrasos para o país.

Publicidade

Contudo, se você conhece alguém que passa por necessidades, então sabe muito bem a diferença que esses benefícios podem fazer na vida dessas pessoas. Portanto, sabemos que, se bem administrados, esses benefícios apenas trazem pontos positivos para o nosso país. Afinal, permite que as pessoas busquem por alternativas dignas de trabalho.

Sabemos que pessoas desempregadas e passando necessidades são maléficas ao sistema econômico, então até mesmo alguém que vê pelo lado da economia deveria apoiar esses benefícios. Pois, graças a eles, as pessoas conseguem procurar por oportunidades de trabalho sem passar fome. Afinal, esses projetos não visam sustentar as pessoas, mas sim possibilitar oportunidades.

Conheça o Bolsa Família

bolsa família
(Reprodução: Prefeitura de Garanhuns)

O Bolsa Família foi um projeto criado em 2003, ainda na gestão do, na época, presidente Lula. Que inclusive, foi reeleito e deverá começar seu mandato em 2023. Esse é um programa de transferência de renda. O Bolsa Família não simplesmente nasceu do nada, na verdade, ele surgiu com base na existência de outros programas anteriores, como o Bolsa Escola, Bolsa Alimentação, Cartão Alimentação e Auxílio Gás.

Apesar de ter sido criado em 2003, o projeto se tornou lei apenas em 2004. Contudo, sabemos que um projeto tão grande não apenas nasce e continua existindo. Todas as configurações políticas existentes interferem em como o projeto continuará, quantas famílias serão beneficiadas e como vão ser beneficiadas.

Um bom exemplo é que, desde a criação do Bolsa Família, foram criados e alterados diferentes ministérios voltados à manutenção e garantia de direitos sociais. Ainda tivemos alterações também como a de 2019 que previa o 13º para o Bolsa Família, contudo, sem previsão para o mesmo no ano seguinte.

Escrevi um bloco sobre a história do programa pois é importante que se entenda que esses projetos estão em constantes mudanças. Infelizmente, nem sempre as mudanças são para ajudar a população. Contudo, sempre enfatizo a necessidade de você buscar sobre essas mudanças e que entender sobre os seus direitos é algo que poderá transformar sua vida. Portanto, aproveite essa matéria e entenda que ela pode te ajudar bastante.

O Bolsa Família voltou?

(Reprodução: SpaceMoney)

Como vocês sabem, o Bolsa Família não existe mais. O programa que substituiu o famoso projeto social se chama Auxílio Brasil. Sabemos que esses títulos carregam uma imagem política além dos benefícios que trazem para a população. Portanto, a alteração desses títulos podem estar sendo usadas para propagar imagens positivas ou negativas sobre a atual situação política.

Estamos vendo em diversas plataformas sobre notícias que o programa Auxílio Brasil possa voltar a se chamar pelo título de Bolsa Família em 2023, ou então, receber o nome Novo Bolsa Família. Apesar de ainda não haver confirmações sobre isso, muitas pessoas têm ficado em dúvida se podem ser prejudicadas pela alteração.

Milhares de famílias brasileiras usam esse projeto para conseguir ter acesso a diversas ferramentas básicas do dia a dia, desde a alimentação mínima diária, até o acesso à educação. Afinal, já discutimos que um projeto como esse não apenas sustenta alguém, mas precisa dar oportunidades para que ela consiga fazer isso sozinha.

Você provavelmente é um beneficiário do programa Auxílio Brasil e está com medo de ser prejudicado com as possíveis mudanças. Ou você está interessado em ser beneficiado no projeto quando ele, possivelmente, mudar de título. Dessa forma, continue lendo nossa matéria para não perder nenhuma informação.

Conheça o Novo Bolsa Família

O Novo Bolsa Família deverá continuar com seu objetivo principal de ofertar uma ajuda para famílias que são consideradas em estado de vulnerabilidade. O programa deverá continuar firme no mandato de Lula, que receberá oficialmente o título de Presidente do Brasil em 2023.

Até então, a previsão é que as regras continuem as mesmas já aplicadas no projeto Auxílio Brasil, tendo apenas o nome alterado. Contudo, além de manter o valor, a proposta do presidente Lula é que haja um acréscimo de R$150 por filho de até seis (06) anos de idade. Além disso, se houver novas regras que serão adicionadas, devem ser anunciadas em breve.

Eu tenho direito a receber?

(Reprodução: Notícias da Manhã)

Sabemos muito bem que, perante a lei, todos têm direito à moradia e alimentação. Contudo, na prática, isso não acontece. Nesses casos, o Estado precisa oferecer condições para que essas pessoas consigam viver de uma forma digna. Dessa forma, a nova edição do projeto que ajudou tantos brasileiros deve continuar como uma promessa do Estado de ajudar essas pessoas em estado de vulnerabilidade. 

Regras

O programa deverá contemplar pessoas com renda mensal de até R$89,00 por pessoa na família, que são classificadas como famílias em extrema pobreza. Contudo, as famílias consideradas pobres (renda de R$89,01 até R$178) também podem receber. Além disso, famílias com gestantes e crianças ou adolescentes com até 17 anos também estão aptas.

Contudo, sabemos que esse projeto é pensado para poder contemplar pessoas que realmente precisam desse auxílio. Além disso, o projeto também visa incentivar as pessoas a buscarem por uma melhora, seja através de trabalho ou educação. Por isso que exigem alguns pontos importantes.

Um ponto importante exigido é que crianças e adolescentes de até 15 anos precisam ter uma frequência escolar de até 85% para que suas famílias sejam beneficiadas. Já adolescentes de 16 e 17 anos precisam ter uma frequência mínima de 75% para que suas famílias sejam beneficiadas.

+ Conheça 06 aplicativos para ouvir música de graça!

+ Saiba como assistir Dorama de graça!

A carteira de vacinação precisa estar em dia e as mulheres gestantes devem realizar o pré-natal. Isso acontece pelo fato de que o projeto também tende a incentivar o cuidado com a saúde dos seus usuários. Lembrando que esses cuidados também são feitos gratuitamente através do SUS (Sistema Único de Saúde).

Além disso, com intenção de proteger as crianças das famílias que são beneficiárias, as crianças de até 15 anos não devem ser submetidas a trabalhos infantis. As famílias submetidas também precisam atualizar seus dados a cada 24 meses para garantir que ainda estão necessitando daquela ajuda. 

Carregando seu artigo

0